fbpx

Uma Nova “Perspetiva” sobre o meu Pai: ” o amor transforma sempre a dor”

Precisas de uma nova “perspetiva” quando estas a passar por um momento difícil?

Do ponto vista familiar, estou a passar por um grande desafio, lidar com inesperado, aceitar a realidade tal como ela ,é sem poder fazer muito.

Descobrimos no dia 12 de Abril que o meu pai está com um cancro e as soluções neste momento de cura são nenhumas. Tudo mudou na nossa vida, tudo mudou na nossa família, como gerir a angustia, o medo, o inesperado, a mudança?

Já li muito sobre a doença, já vi vários vídeos sobre cancro, vi vários documentários sobre o que envolve doenças oncológicas e no fim todas as histórias são sobre Coragem, resiliência, perseverança e aceitação.
No início da doença existia todos os dias um raio de esperança dentro de nós (em mim e nos meus irmãos) é como se fosse uma meta que tínhamos de percorrer e no fim estava o meu pai com os braços no ar a celebrar, nós (eu e os meus irmãos a cantar a “vitória, vitória o nosso John conseguiu”).

Percebi com o tempo que essa meta não podia existir e a vitória era TODOS OS DIAS, como todos os dias se não existe uma solução?

Vitória porque o meu pai estar cá, Vitória porque o meu pai continuar a sorrir, vitoria porque o meu pai continuar a ter força.

Sempre que ligava ao meu pai ele terminava a frase com “força”, neste momento ele não consegue falar e tudo na vida dele mudou, mas aquela palavra todos os dias é sentida na minha mente com uma amplitude transformadora.
Acredito muito no poder da gratidão, esta perspetiva ajuda-me muito a lidar com tudo, ás vezes são silêncios que nenhuma palavra vai minimizar a dor e o vazio, mas o amor transforma sempre a dor.

O amor transforma sempre a dor