fbpx

Onde está a felicidade que procuras?

Um professor deu um balão a cada aluno da turma e todos tinha de escrever o seu próprio nome e misturar com outros balões que estavam num corredor.

O desafio era encontrarem em 5 minutos o balão com o seu próprio nome, no meio de muitos outros.

Ninguém num grupo de 15 conseguiu encontrar o seu, mesmo com uma busca agitada.

O segundo desafio foi agarrar um balão independentemente do nome escrito e devolver a pessoa que correspondesse e todos conseguiram.

No fim do desafio o professor concluiu com a seguinte lição:

O balão era a analogia da felicidade, enquanto estamos apenas a olhar para o nosso próprio umbigo é difícil partilhar a felicidade com os outros e como consequência ser feliz…

Concordas?

Deixa aqui o teu feedback