fbpx

Não seja uma pessoa disciplinada: Seja alguém com hábitos enraizados e use uma disciplina selectiva para os desenvolver

O Nadador olímpico Michael Phelps é um case study ao nível da disciplina selectiva. Quando foi diagnosticado com Transtorno de Défice de Atenção/Hiperatividade (TDAH) em criança, a sua professora disse à sua mãe: “O Michael não consegue ficar parado. O Michael não consegue ficar quieto… Ele não tem qualquer talento. O seu filho nunca será capaz de se concentrar em cada. Bod Bowman, o seu treinador desde os 11 anos, relata que Michael passou muito tempo na borda da piscina perto do nadador-salvador por causa do seu comportamento perturbador. Este mau comportamento ainda surge de vez em quando na sua vida adulta.
No entanto, ele conseguiu dezenas de recordes mundiais. Em 2004, em Atenas, ganhou seis medalhas de ouro e duas de bronze e, em 2008, em Pequi, ganhou oito medalhas de ouro, batendo o recorde do lendário Mark Spitz. As suas 18 medalhas estabeleceram um recorde para os atletas olímpicos em qualquer desporto. Antes de se retirar, ele ganhou ainda mais medalhas nos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, totalizando 22 medalhas, e conquistou o estatuto do atleta olímpico mais medalhado na história. Ao falar sobre Phelps, um repórter comentou: “Se ele fosse um país ocuparia o 12º lugar nos últimos três jogos olímpicos. Hoje, a sua mãe conta que: “A capacidade de concentração de Michael surpreende-me”. Bowman chama-lhe o “seu maior atributo”. Como é que isto aconteceu? Como é que um menino que “nunca será capaz de se concentrar em nada” conquistou tanto?
Phelps tornou-se alguém com uma disciplina selectiva.
Desde os 14 anos até aos Jogos Olímpicos de Pequim, Phelps treinava sete dias por semana, 365 dias por ano. Percebeu que ao treinar aos domingos teria uma vantagem de 52 dias de treino na competição. Passou cerca de seis horas na água todos os dias, “Canalizar a sua energia é um dos seus pontos fortes”, disse Bowman. Não querendo simplificar demasiado, não é um exagero dizer que Phelps canalizou toda a sua energia para uma disciplina que se desenvolveu num hábito – nadar diariamente.
A recompensa de desenvolver o hábito certo é obvia: proporciona-lhe o sucesso que procura. Porém, o que por vezes fica esquecido é um outro efeito inesperado: também simplifica a sua vida. A sua vida fica mais fácil e menos complicada, porque sabe o que tem de fazer bem e o que não tem de fazer. A verdade é que aplicar disciplina ao hábito certo permite-lhe ser menos disciplinado noutras áreas. Quando faz o que está certo liberta-se de ter de controlar tudo.
Michael Phelps encontrou o seu “ponto ideal” na piscina. Ao longo do tempo, encontrar uma disciplina para fazer desenvolver um hábito que mudou a sua vida.
Ideias Principais: 
Não seja uma pessoa disciplinada: Seja alguém de hábitos enraizados e use uma disciplina selectiva para os desenvolver.
Crie um hábito de cada vez: O sucesso é sequencial, não simultâneo. Ninguém tem a disciplina necessária para adquirir mais do que um hábito novo e enraizado de cada vez. Aqueles que têm sucesso não são sobre-humanos, eles apenas utilizam disciplina selectiva para desenvolver alguns hábitos importantes. Um de cada vez. Ao longo do tempo
Dê a cada hábito tempo suficiente. Mantenha a disciplina o tempo suficiente para que se torne uma rotina. Os hábitos, em média, demoram cerca de 66 dias para se desenvolverem. Quando o hábito estiver enraizado e estabelecido, poderá se for apropriado, desenvolvê-lo e se for o caso criar outro.
Se for o que faz repetidamente, então a conquista não é uma acção que realiza, mas um hábito que assume na sua vida Não tem de procurar o sucesso. Aproveite o poder da disciplina selectiva para criar o hábito certo, e os resultados extraordinários irão ao seu encontro.

Fonte: A única Coisa – Keller Williams

Agende a sua sessão gratuita
coachflaviagouveia@gmail.com
Tlmv: 962595029