fbpx

Como lido com as experiências do passado?

“Um homem que nunca muda de opinião, em vez de mostrar a qualidade da sua opinião demonstra a pouca qualidade da sua mente”
Um coach ajuda a encarar a vivências. As experiências positivas ou negativas geram informações emocionais que ficam gravadas para sempre numa parte do cérebro, sendo possível recuperá-las para fins benéficos.
Plano de Acção:
1º Sabes tirar partido das experiências vividas?
2º Vês o copo meio cheio ou meio vazio?
3º Como aprendes?
4º O que acontece quando repetes os mesmo comportamentos que te dão maus resultados na esperança que algo se altere?
5º O que fazes em relação ao passado?
É um facto que nos tornamos mais maduros e diferentes em função as experiências que vivemos. Mesmo os erros, ensinam-nos a encarar o futuro com mais conhecimento, servindo para sermos mais fortes e sábios.
Mais importante que as situações serem boas ou más são as interpretações que fazemos delas. Devemos relativizar as circunstâncias negativas fazendo, deste modo, que se perca parte do derrotismo inicial.
Para aprender com as experiência passadas e necessário parar e analisar as consequências. Se são positivas, o mais provável é que as repitamos, se negativas, que as evitemos. O importante é estar alerta porque pode acontecer que o ambiente se tenha alterado e o que antes funcionou pode agora fracassar,
Repetem-se, por vezes comportamentos contraproducentes só porque trazem uma satisfação a curto prazo, apesar de ser previsível que tragam problemas sérios a longo prazo. Centrar-se noutro tipo de soluções e deixar de dar voltas ao mesmo assunto uma e outra vez.
O passado não é mais do que um conjunto de recordações, boas e más. Se ocuparmos o tempo a recordar os bons tempos passados, esquecemo-nos de viver o presente. Este pode viver-se do modo que escolhermos, em especial construindo o futuro com outra atitude.

Fonte: 50 Segredos de coaching